27 março 2012

Deslocamento da Placenta


O descolamento prematuro da placenta, também conhecido como placenta abrupta, designa a separação de parte ou da totalidade da placenta do local onde se encontra implantada antes do nascimento do feto, numa gravidez com mais de 24 semanas de gestação. A placenta é responsável por alimentar e também é por ela que o oxigênio chega ao feto. Ao existir um descolamento desta há um compromisso da sobrevivência fetal, como tal é uma urgência obstétrica.

Fatores de Risco: tensão arterial elevada na gravidez, idade avançada da mãe, traumatismo abdominal, ruptura da bolsa de água quando há um aumento do líquido amniótico, após a saída do primeiro bebê em caso de gravidez de gêmeos, mioma uterino, tabagismo e consumo de drogas.

Sinais e Sintomas: perda de sangue vivo via vaginal ou sem perdas visíveis, dor abdominal intensa e súbita, útero muito contraído com sensibilidade à palpação, pode haver presença de sangue em nível do líquido amniótico.

Diagnóstico: palpação uterina e ecografia abdominal.

Efeitos na Gravidez: aborto, parto prematuro, sofrimento fetal.

Tratamento: dependendo da idade gestacional, do estado fetal e da percentagem de descolamento pode ser aconselhado repouso absoluto com medicação para prevenir contrações ou cesariana de urgência.

2 comentários:

Silvânia disse...

Eu tive deslocamento da placenta em 2 gravidez , graças a Deus meus filhos nasceram saudáveis e eu fiquei bem....mas não é fácil deve ter repouso e as dores são muito fortes.


Tenho um blog de artes ( poesia ) e adoraria receber sua visita....Fique a vontade para comentar e seguir.
http://cantinhodaarte01.blogspot.com.br/

Lidiane Domingues disse...

Seja muito bem vinda Silvania!
Abraços

Podera tambem gostar de